terça-feira, 5 de maio de 2015

Maravilla Martinez Demanda a AIBA.

Cansado das injustiças e a tirania que AIBA está manejando contra o boxe, o ex-campeão mundial dos pesos médios Sergio “Maravilla” Martínez rompeu o silêncio e  demandou à Asociacição Internacional de Boxe e a Federação Espanhola de Boxe. 
Esta ação se deu a conhecer na sua conta de twitter, além de passar o siguinte comunicado de imprensa:


Comunicado de Maravillabox:

No dia de hoje a promotora radicada em Madrid e encabeçada pelo ex-campeão mundial do Conselho Mundial de Boxeo (WBC) dos pesos Superwelter e Médio, Sergio “Maravilla” Martínez apresentou uma demanda contra AIBA (Asociação Internacional de Boxe) e a Federação Espanhola de Boxe. São públicos e de repercussão mundial os problemas que está gerando AIBA com suas injerencias nas federações nacionais de boxe com o objetivo de monopolizar o boxe profissional. Históricamente, AIBA regeu o boxe amador, mas há alguns anos começou a entrar no boxe profissional. O plana da AIBA é controlar o boxeo profissional de maneira exclusiva e com o objetivo final de monopolizar ditto esporte. AIBA está implementando seu nefasto plano usando a ameaça constante às federações de serem expulsas de seu organismo perdendo a posibilidade de sues atletas compitam nos jogos olímpicos.

Dentro das ações da AIBA mais difíceis de tolerar se destacam: 

1.- Obrigar as Federações Nacionais a que só estejam filiadas a AIBA, proibindo de maneira expressa qualquier contato com os organismos tradicionais de boxe professional, já sejan de ámbito continental ou mundial, como EBU-WBC-WBA-IBF-WBO.

2.- Proibir que os membros das federações pertençam a nenhum organismo profissional distinto da AIBA.

3.- Obrigar as Federações Nacionais que emitem licenças professionais a competidores que só façcam o formato de boxe profissional AIBA.

4.- Obrigar as Federações Nacionais que apresente ante eles os resultados de suas eleições, sua estrutura federativa e seus estatutos, en busca de sua única ratificação para entrada em vigor.

5.- Obrigar aos boxeadores profesionais assinar um contrato puramente comercial con a empresa propiedade da AIBA Marketing Arm para a grstão de sua carreira, o que elimina do mercado a Promotores e Managers.

6.- Proibir a emissão de licenças profissionais de nenhum ámbito (treinadores, árbitros…etc ) se não é para boxe profissional AIBA.

7.- Ameaçar a Federação Nacional com a expulsão da AIBA se não cumprir as imposições da AIBa, o que como é obvio, à Federação que não cumprisse com as imposições da AIBA, não podería enviar boxeador às Olimpíadas, o que resultaria que dita federação não pudesse receber o financiamento publico.

8.- A FEB (Federação Espanhola de Boxe) se converteu no instrument e braço de execução da conduta danina imposta pela AIBA. Ao sofrer de maneira clara e injusta essa imposições na soberania nacional através destas práticas e vendo como dia-a-dia cresce o medo a AIBA e havendo sofrido de maneira um preconceito em nossa atividade, nos vemos obrigados a pôr o caso em mãos da justice e que seja ela quem decida a legalidade ou não da normative que uma associação privada quer impor e está impondo a países e soberanos e a umas sociedades nas que o direito ao trabalho é um ativo constitucional e nas que existem a livre circulação de pessoas e o livre Mercado.
Com esta ação judicial contra AIBA e FEB, Maravillabox Promotions quer denunciar de maneira pública e buscar o amparo legal, não só para com nossos interesses comerciais, senão para que o resto de países, federações, empresas promotoras, managers, treinadores e boxeadors vejam que não só eles estão sofrendo com esse assédio, senão que este é um conflito mundial que ameaça com acabar com nossa industria tal como a conhecemos e tal como a queremos.

Eu mesmo, Sergio Martíne, le devo todo o que tengo e tudo que sou ao Boxe tal como o conhecemos, não a AIBA. O boxe somos todos e AIBA quer ser dona dele e através de práticas que necessitam ser julgadas e sobmetidas ao direito já que a criação de monopólio leva à destruição de industrias. O fato de interpor esta reclamação judicial também devo ao boxe e a todas partes implicadas (promotores, managers, boxeadores, treinadores, federações e comissiões, televisões…etc etc).
Graças ao boxe hoje tenho a possibilidade e liberdade de poder exercer meu direito ante a justice, não tengo nada que temer da AIBA e como eu, ninguém deve ter nada que temer, somente têm que enfrentá-los e dizer que suas práticas atentam contra a ilusão de qualquer boxeador que hoje sonha com ser campeão mundial, porque assim é, sonhavámos com ser campeões mundiais, não com ganhar torneios da AIBA.

Somos concientes que há países que as imposições da AIBA pode provocar gargalhadas, mas nos lugares onde a industria não está tão desenvolvida podem provocar a desaparição do boxeo tal como conhecemos e a isso é ao que nos opomos e contra isso vamos lutar até o ultimo soar do gongo.... do gongo do décimo Segundo assalto (não do quinto). Ficamos à espera de todas partes que o desejam possam aderir-se a esta ação iniciada. Queremos agradecer de maneira pública o apoio que estamos recebendo dos organismos mundiais WBC, WBA, IBF, WBO e EBU que manifestaram seu firme e irrevocavél compromisso com esta ação judicial. E em especial quero recorder ao meu querido Presidente, Dom José Sulaimán cujo temor de anos atrás se converteu em realidade e em efetio, uma mais teve razão ao advertir à todos do perigo que estava chegando, mas estamos seguros que poderá saborear uma vitória mais.

Para qualquer dúvida ou consulta que posssa surgir, podem dirigir-se a contacto@maravillabox.com 
Atentamente Maravillabox Promotions SL Sergio Gabriel Martínez Miguel Ángel de Pablos

Fonte: http://www.wbcboxing.com/wbcesp/noticias/7448-maravillabox-demanda-a-la-aiba