terça-feira, 5 de maio de 2015

Entrevista com Chibata Matos

Entrevistamos Idiozan Chibata Matos, baiano e campeão mundial versão WBU. Hoje um dos brasileiros bem posicionados no ranking mundial.


Como e porque você começou a praticar Boxe?
Comecei treinar boxe através do meu ex-cunhado que me levou a uma academia, onde surgiu minha paixão por esse esporte. Vi uma possibildade de mudar minha vida e da minha família, então decidi seguir em frente.

Relate seu primeiro combate, como foi e onde.
Foi como amador na cidade de Santo Antônio de Jesus, lutei contra Leonardo, o árbitro era nosso presidente Adimilson Vasconcelos da Cruz. Fiquei apreensivo, mas não com medo, porque eu tinha três meses de treino e meu adversário sete anos de boxe.
Neste dia conquistei a vitória por pontos.
Como profissional foi na mesma cidade, com o Adimilson como árbitro novamente, e meu adversário foi contra Dadinho Madeirada. Essa luta foi dificil, levei 14 pontos no supercilio por conta de algumas cabeçadas e pancadas. Saí vitoriosio e logo campeão brasileiro.


Quais foram as maiores dificuldades no início de sua carreira?
Foi a falta de patronínio e de uma alimentação adequada para o treino e competições, assim como equipamento e uniformes.

Como reagiu sua família ao saber que você estava boxeando.
Alguns me apoiaram outros achavam que eu iria me machucar, outros acharam que era coisa de vagabundo e que eu deveria procurar outra coisa para fazer.

Você é campeão mundial pela WBU, está muito bem no ranking mundial, quais são os próximos passos?
No momento eu estou treinando e me preparando por se aparece uma luta.

Quem são seus ídolos no Boxe.
Sou muito fã da maneira que Mike Tyson, Sugar Ray Leonard e Muhammad Ali.

Como se chama sua equipe e como ela está formada?
Desde o começo de minha carreira trabalho diretamente com a ANB e faço parte da Associação Criança Feliz.

Você gosta de futebol? Para qual time você torce?
Sim, gosto de futebol Sou torcedor do Bahia e do Corinthians.

Deixe uma mensagem para seus fans.
Sempre falo às pessoas em geral que admiram meu trabalho, para que elas nunca deixem de sonhar e acreditar, pois um dia os sonhos se realizaram, por mais que as coisas fiquem dificeis em alguns momentos. Se temos fé em Deus, acredtiamos que somos capazes de fazer nosso próprio destino e acreditar que as pessoas que confiamos vão estar do nosso lado para nos ajudar quando precisarmos.

Por Márcio Goulart Reginatto - Boxeando.Net