quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

Associação Nacional de Boxe se filia na Association of Professional Boxing Commissions




Uma excelente notícia para o Boxe brasileiro, a ANB – Associação Nacional de Boxe filou-se na APBC – Association of Professional Boxing Commissions, entidade que fiscaliza o Boxe profissional tendo filiados diversas entidades nacionais e internacionais, tais como WBL – Wolrd Boxing League, WBF – World Boxing Forum, WBU – World Boxing Union, entre outras. Presente em todos os continentes, a APBC está localizada em Michigan, nos Estados Unidos.


Segundo a própria página da APBC, é uma Organização Não Governamental, na qual as entidades que regulam o Boxe profissional em todo Mundo são capazes de cooperar e discutir, bem como introduzir regulamentos para a melhoria do Esporte e àqueles que competem, especialmente sobre Licenciamento e Padrões Médicos, Saúde e Segurança do Ringside, Regras e Regulamentos de Sancionamento e Competição.
Embora a adesão plena à APBC seja limitada a Comissões Profissionais de Boxe, a Associação Associada à APBC está aberta a todos os portadores de licença do Mundo de Boxe Profissional, seja Oficial, Gerente, Promotor, Matchmaker, Treinador ou Boxeador, bem como e Campeonato de Boxe Fabricantes de Organizações e Equipamentos de Boxe.
www.boxeando.net

Gabrielle Sá e Airla Moura se enfrentarão novamente com título brasileiro em jogo



A pugilista gaúcha Gabrielle Sá e a baiana Airla Moura se verão outra vez em cima do ringue e em jogo estará o título brasileiro de Sá conquistado no primeiro combate, que foi realizado em Salvador. Já o combate que está marcado para o dia 9 de março, terá lugar no Power Fight 2, na cidade gaúcha de Ijuí. Essa será a primeira defesa de título de Gabrielle e também a revanche de Airla que não pôde título em sua casa, agora irá até a casa de Sá para destronar a campeã. As boxeadoras já estão trocando farpas por video, ambas demonstrando que realmente querem ser a Rainha da divisão Mosca da Associação Nacional de Boxe.
 

via boxeando.net

domingo, 10 de fevereiro de 2019

Rio de Janeiro: Em março Maricá sediará evento internacional de Boxe




Em sua primeira edição que será realizada no dia 23 de março de 2019, na praça Orlando de Barros Pimentel, localizada no Centro de Maricá. O evento será protagonizado por um duelo internacional pelo título de campeão mundial WBU, que já foi conquistado por Roy Jones Jr no ano de 2018.

O brasileiro Raphael Dom Garcia, morador e representante de Maricá, enfrentará o experiente boxeador argentino Cristian Ariel Gomez, pelo título mundial da divisão dos cruzadores (80 a 90 kg). Deixado vago pelo antigo campeão, Roy Jones Jr.

Na preliminar da luta principal, o boxeador Roger Guerreiro vai encarar seu conterrâneo baiano, Lázaro Robocop. Além da disputa de título Norte-nordeste ANB entre Rubens Souza do Amazonas e, Acioly Barros de São Paulo.

A pesagem da luta será realizada no dia 22 de março no Cinema Henfill, que também fica localizado no centro de Maricá, às 10 horas da manhã. Seguida de uma coletiva de imprensa e encarada oficial dos boxeadores.
Por motivos de segurança, diferente da luta (dia 23), a pesagem será fechada para convidados, pois o cinema tem capacidade total de duzentas e cinquenta pessoas.  Vários veículos de comunicação estão confirmados para a pesagem e coletiva, dentre eles: Tv Mais Maricá (transmissão oficial). Lance, O São Gonçalo, Errejota Notícias, Maricá Global News, Plantão Enfoco, Maricá Total, Maricá Já Play, Maricá Já, Maricá Global News, Portal R7, Portal Yahoo, Gazeta Online e Portal Terra.

Se você tem interesse em cobrir o evento, entre em contato para que seu veículo seja devidamente alocado e identificado. Pedimos para que nos enviem e-mail, informando, cópia do RG (pode ser foto) e função dos membros da equipe para o e-mail: imperiodoboxe@gmail.com / contato@visualcomun.com.

Não deixe de enviar todos os dados o quanto antes. Veículos fora da lista não terão prioridade e podem ficar fora do evento por conta do espaço físico que é limitado para duzentos e cinquenta pessoas.
Pós coletiva e encarada todos os atletas serão autorizados a conceder entrevista exclusiva. Mas exigimos que vídeos e fotos da entrevista sejam feitos unicamente e exclusivamente na área reservada para entrevistas.

O mesmo padrão será adotado no dia da luta. Atletas apenas concederão entrevistas durante o evento nas áreas reservadas para entrevista. A quebra desse protocolo acarretará em exclusão do veículo de comunicação das áreas privadas do evento.

domingo, 3 de fevereiro de 2019

Sheila Kunha põe em defesa título brasileiro ante Cátia Almeida




Já está confirmado e batido o martelo, a baiana Cátia “Sucuri” Almeida terá sua revanche que também será desafio pelo título brasileiro da ANB (Associação Nacional de Boxe) divisão welter, o qual detem a campeã Sheila “Dama de Ferro” Kunha, em um dia um muito especial para os brasileiros, sete de setembro. O combate será na cidade de Santa Vitória do Palmar, no Rio Grande do Sul. O primeiro confronto entre a baiana Almeida e a gaúcha Kunha ocorreu na sede do Araketu, na histórica cidade de Salvador, capital da Bahia, onde Sheila venceu no segundo round pela via rápida.

Tendo o primeiro combate na Bahia, foi então acordado entre ambas as partes junto a direção da Associação Nacional de Boxe que se caso houvesse um segundo combate, este teria que ser realizado no Rio Grande do Sul. O presidente da ANB, Adimilson Lalá da Cruz intitulou o combate como Dendê vs. Chimarrão, mostrando a diversidade cultural do Brasil estampada na ANB, pois a mesma que está presente em todos estados e realiza combate em praticamente em todo território nacional.
Além do combate entre Sheila e Cátia, haverão outros combates ainda por ser confirmados e logo que nos permitam estaremos ampliando com mais informações.


Fonte: www.boxeando.net
www.boxeando.net

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Conselho Internacional de BOXE, nomeia presidente da ANB, como representante do conselho no Brasil


Adimilson Vasconcelos da Cruz, conhecido internacionalmente como Lalá do BOXE, foi nomeado no último dia 10 de janeiro, como representante legítimo do Conselho Internacional de BOXE no Brasil, Lalá é presidente da ANB Associação Nacional de Boxe e tem na carreira homologação de diversos títulos reconhecidos em diversos países.


Via: Piropo News


segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

Sheila Kunha fala sobre o título conquistado e seus projetos para 2019



A boxeadora Sheila Kunha foi a segunda gaúcha a conquistar um título brasileiro no profissional, apelidada Desassombrada, pesando 64 kg milita atualmente na divisão Welter. Nasceu e reside na cidade de Santa Vitória do Palmar no extremo sul do Brasil tem como limítrofes Chuí, Rio Grande e a cidade uruguaia Chuy. Em sua cidade tem sua academia onde treina e dá aula o CT de Artes Marciais Power Fitness, localizado na Rua 13 de maio, número 414.

Antes do Boxe Sheila praticou Muay Thai, Taekwondo, Hapkido, Capoeira, MMA, Kickboxing e danças também, mas encontrou uma paixão especial no Boxe, onde encontrou oportunidades e em suas próprias palavras disse que pretende chegar a um título Mundial.
Para o título brasileiro que conquistou em 2018 Kunha fez sua preparação o boxeador e treinador Davi Bispo, renonado boxeador e treinador, que viajou de Salvador, Bahia à Santa Vitória do Palmar para a preparação de Sheila Kunha e Orestes Munhoz. Para o treinamento Sheila teve que dividir bem seu tempo, entre dar aula na academia e seu trabalho sua clínica estética, mas pôde chegar tendo que fazer treinos em diferentes horários até mesmo de madruga para conquistar seu objetivo, o título brasileiro.
Em seu combate pelo título nacional Kunha enfrentou a baiana Cátia, segundo Sheila foi uma forte adversária e com a mão pesada, mas que pôde impor seu jogo com sequências, sem dar espaço e sempre pra frente. A vitória veio aos 30 segundos do segundo round.
Ainda não há uma data fixada, mas Sheila confirmou que sim haverá uma revanche e será em Santa Vitória do Palmar, além desta revanche há negociações para outros combates um na cidade de Eduardo Magalhães no estado da Bahia o outro combate seria no Paraguai, em breve Sheila nos vai contar.

Abrimos também este espaço para que Sheila deixe uma mensagem à todas mulheres que estão lendo e têm vontade de praticar um esporte que não seja nescessariamente o Boxe.
¨Entendo à todos que têm dificuldade de começar a praticar artes marciais, geralmente é por falta de informação mesmo, um “pré conceito” formado quanto ao esporte de contato ser agressivo, eu mesmo tive uma grande dificuldade de fazer o primeiro treino, não me via trocando o balé e dança do ventre por esse tipo de esporte, mas logo de treinar me apaixonei, me encontrei e convido à todas e todos a fazer um aula experimental, tenho certeza que esse vai ser o primeiro passo para a grande mudança em suas vidas, e pasmem: É um esporte totalmente seguro e com o menor índice de lesões, desde que treinado com profissionais qualificados.

Fonte: www.boxeando.net

segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

Abrimos também este espaço para que Sheila deixe uma mensagem à todas mulheres que estão lendo e têm vontade de praticar um esporte que não seja nescessariamente o Boxe. ¨Entendo à todos que têm dificuldade de começar a praticar artes marciais, geralmente é por falta de informação mesmo, um “pré conceito” formado quanto ao esporte de contato ser agressivo, eu mesmo tive uma grande dificuldade de fazer o primeiro treino, não me via trocando o balé e dança do ventre por esse tipo de esporte, mas logo de treinar me apaixonei, me encontrei e convido à todas e todos a fazer um aula experimental, tenho certeza que esse vai ser o primeiro passo para a grande mudança em suas vidas, e pasmem: É um esporte totalmente seguro e com o menor índice de lesões, desde que treinado com profissionais qualificados.



Israel Silva, boxeador natural de Eldorado, SP e que reside em Florianópolis, SC nos contou um pouco de sua história, seus incios no Boxe, seus feitos e projetos.
Aos 32 anos o canhoto Israel é o atual campeão na divisão meio médio pela ANB – Associação Nacional de Boxe, como amador Silva foi oito vezes campeão catarinense, vice-campeão brasileiro pela CBB, campeão Luva de Ouro e também conquistou o Cinturão de Aço. Sua principais características no ringue são a técnica, força e velocidade.
Boxeando – Quando e porque você começou a praticar Boxe?
Israel Silva – Em 2004 na cidade de Florianópolis porque sempre tive um amor pelo esporte dos punhos. Entrei em uma academia para acompanhar a minha irmã e como eu ficava parado esperando ela terminar seu treino, o dono da academia me ofereceu fazer uma aula de Boxe, era com o professor Ademar Marreta Correia, ele percebeu meu talento para competir e desde então estou no mundo do Boxe.
Boxeando – Qual é sua academia e quem é seu treinador?
Israel Silva – Minha academia é a Israel Silva Team, minha preparação é feita com Ademar Marreta Correia e com o Sérgio Macedo, conhecido como Serjão.
Boxeando – Sua família gosta ou apoia sua decisão de ser boxeador?
Israel Silva – No começo da carreira não, nunca ouvi nada que pudesse me encorajar e incentivar, logo com o tempo já consigo ouvir minha mãe dizer com orgulho que tem um filho boxeador, e recebo apoio dentro de casa, minha esposa que sempre me incentiva a voltar depois de uma lesão.
Boxeando – Por quanto tempo estiveste como amador e como foi essa época de tua vida? Israel Silva – Fui boxeador amador durante oito anos, foi difícil devido a falta de apoio para as viagens, as dificuldades para dar o peso. Lembro que uma vez fui disputar um campeonato brasileiro sozinho e tudo do meu bolso, mas tudo isso serviu para adquirir mais experiência.
Boxeando – Além do Boxe você pratica outro esporte de combate?
Israel Silva – Sim, o Muay Thai.
Boxeando – Você trabalha como professor de Boxe recreativo ou prepara competidores?Israel Silva – Trabalho com os dois tipos, há pessoas que me procuram somente para fazer um treinamento e manter a forma, outro vêm para treinar para competição mesmo.
Boxeando – Quem foi o rival mais dificil que você enfrentou?
Israel Silva – O rival mais difícil que eu enfrentei foi o Robson Conceição na final do campeonato brasileiro.
Boxeando – Se pude escolher um boxeador de todas as épocas para um combate quem seria esse boxeador?
Israel Silva – Meu ídolo Manny Pacquiao
Boxeando – Quando é seu próximo combate e com quem será?
Israel Silva – Meu próximo combate está previsto para fevereiro, será uma defesa do meu título brasileiro, o adversário ainda não definido.
Fonte: www.boxeando.net